sexta-feira, 23 de novembro de 2018

O que nos mantém vivos?

O que nos mantém vivos?

VIDA significa existência. É o período que decorre entre o nascimento e a morte dos seres. 

A humana difere-se das demais por possuir inteligência e razão.
Para muitos, a vida humana começa na fecundação aquando do ato sexual entre o homem e a mulher.
Para outros apenas na altura do parto, e eventualmente haverão outras ideias diferentes.
É certo: a vida em si, tem um início e fisicamente um fim (morte física). No seu todo, e por ter uma parte espiritual, não tem fim sendo por isso eterna.


Mas o que nos mantém vivos?


A nivel físico, a alimentação (de preferência saudável), a atividade fisíca e a proteção contra agressões externas (doenças, traumatismos, vicios nocívos) são fatores que prolongam ou diminuem a vida humana.





A nivel emocional, a forma de lidar com as emoções e os sentimentos é também muito importante para o equilibrio da vida. O gerir a nossa parte inteletual condiciona também o bem estar da nossa vida.


Para além do corpo e almao ser humano possui uma parte espiritual.
Esta parte não tida em conta para muitos (por não poder ser comprovada pela ciência, é imaterial).            É deveras importante pela razão de não ter fim (ser eterna). 

O instinto de sobrevivência é inerente no ser humano, desta forma permite a preservação da espécie evitando a sua extinção.
Assim sendo, o corpo, a alma e o espírito devem ser cuidados e  alimentados para que tenhamos uma vida saudável e de qualidade.




domingo, 17 de julho de 2016

Atitudes Anti-Vida...!


Faz tempos que não escrevia neste meu Blog "Mantém-te VIVO!" (por várias razões...).

Nos últimos tempos, tragédias têm aumentado pelo mundo fora contrárias à natureza do ser humano: manter-se e fazer tudo pela VIDA.
Atentados contra pessoas vão-se repetindo numa escala que parece não ter fim.


Desde o inicio da Humanidade (depois da queda no Éden) que o atentar contra a vida alheia tem sido uma constante ao longo da História do ser humano.



Nos tempos mais recentes, temos assistido a atos bárbaros e desumanos em que o "lema" é: matar indiscriminadamente o maior número de pessoas, dando origem a um sofrimento e insegurança dos que permanecem vivos.



A História universal está repleta de guerras e ódios, com os consequentes danos individuais e coletivos.
A nível racional, não encontro razões para estes atos cruéis contra a Vida Humana.
Ultrapassam a razão, e apenas no campo espiritual encontro enquadramento para estas atitudes anti-vida...!





Um grande número de pessoas não acredita (ou tenta ignorar) acerca do mundo espiritual, sendo mais fácil acreditar no material (que está patente à vista).
 
 

 



 
Um verso da Bíblia Sagrada (Apocalipse 12:12) retrata uma realidade que é certa, e que por muitos é ignorada:
" Por isso alegrai-vos, ó céus, e vós que neles habitais. Ai dos que habitam na terra e no mar; porque o diabo desceu a vós, e tem grande ira, sabendo que já tem pouco tempo."

A VIDA sempre será (apesar das circunstâncias), o que melhor temos para desfrutar.
Não desistir de defender os seus valores é algo prioritário e benéfico para todos...!

Isaías B.B.




 

quarta-feira, 17 de abril de 2013

 

O ressurgir da VIDA...!!!!

 

   

   O Mundo que nos rodeia, rege-se por leis universais ditadas pelo Criador de todas as coisas.




  

   Ano após ano, o ciclo da natureza repete-se e nós assistimos e vivemos de acordo com as várias estações: Primavera, Verão, Outono e Inverno.

   

    Sem podermos influir diretamente no tempo, compreendemos que todas são necessárias para que a vida prossiga.



   

   O Verão "fala-nos" de amadurecimento, e com o Outono termina mais um ciclo da vida natural. 


  


   Ao tempo do Inverno, é chamado "mau tempo"  ...isto porque a chuva molha, o frio não é agradável ao corpo, e o sombrio (falta de sol) leva a que as pessoas andem mais deprimidas...!

                                                            

   Ainda assim, é uma estação importante e necessária para o ciclo da vida.

   

 

 

  





   Após as chuvas e intempéries, dá-se o "milagre da ressurreição" (renovação; vida nova) em que tudo ressurge e reaparece dando lugar à alegria das cores, e ao brotar da terra das espécies mais variadas que indicam:  um novo ciclo começou...!!!!



    Para nós Humanos, o dia a dia vai formando ciclos de VIDA: misto de dias alegres e felizes, com dias tristes, sombrios e até calamitosos (em que há desgraça).



   

   Vamos procurar viver a REALIDADE com tudo isto, procurando que a alegria e vontade de viver se equiparem ....ao ressurgir da PRIMAVERA...!


quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

  
   OBRIGADO... pela VIDA...!


   Hoje (20.Fevº 2013)...é dia de mais um Ano de celebração pela VIDA que me foi dada.
   Como todos nós que vivemos (e os que já partiram para a eternidade...!) nada fizemos para existir neste mundo tão belo, e por vezes tão duro de enfrentar.

   Apesar das circunstâncias por vezes adversas, estou grato pela VIDA que tenho vivido.
   Com apenas cerca de 18 anos, tive por força das circunstâncias de escolher entre a VIDA, e o viver sem o sabor agradável que ela nos pode proporcionar.
    Depois de um diagnóstico (clínico) que limitava a minha própria existência como pessoa, algo de sobrenatural me devolveu e acrescentou a alegria de viver.

   Se por um lado, há circunstâncias que podem limitar a nossa satisfação e alegria de viver, por outro, há algo para além de nós que nos pode dar o sentido e alcance de uma VIDA feliz e realizada...!

   Nunca desistas de viver a tua própria VIDA. E se poderes juntar outras à tua, vais constatar que ela tem sempre um sentido mais vasto e completo.

   OBRIGADO por ainda poder continuar a contribuir para a minha própria felicidade, e também a de muitos outros companheiros nesta maravilhosa pasagem pela VIDA terrena...!
   
 A morte (física) não é o fim.

 Isaías B.B.

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

 





IGNORAR

            ou prestar ATENÇÃO...!







* Ignoras a educação (ou parte dela) e conselhos dados por teus pais e por quem te ama?



* Ignoraste (ignoras) a formação escolar, profissional ou moral?


* Não dás importância aos "alertas" dados pelo teu corpo e mente?


* Não tens como importante normas e regras para as fazer cumprir?


* Quando conduzes, o teu veículo é sempre
"o prioritário"?


* Desafias com frequência as leis da física e a ética (conjunto de regras de conduta ou comportamento)?


* Ignoras as consequências de vicios e hábitos nocívos (para ti e os outros)?


* Avisos ou chamadas de atenção de terceiros, para ti não são importantes?


* Precaução (cautela antecipada; prevenção) não faz parte dos teus hábitos de VIDA?


* A experiência não te diz que o futuro está mais próximo do que aparenta?



SE TUDO ISTO (...entre muito mais) NÃO É REALMENTE IMPORTANTE PARA TI ...




ENTÃO O TEU BEM-ESTAR

E A TUA PRÓPRIA VIDA

PODEM ESTAR AMEAÇADOS....!!!!






 



"O temor do Senhor prolonga a vida, 

  mas  a vida do ímpio é abreviada."      

   

 Provérbios 10:27



"...Pele por pele, e tudo quanto o homem tem dará pela sua VIDA."

  
 Job 2:4







terça-feira, 4 de setembro de 2012

 

 

 ÁLCOOL (...bebidas alcoólicas)...!!!



   O CONSUMO de bebidas alcoólicas em Portugal,
faz parte da cultura e do modo de VIDA de todos nós.
   De "vez em quando" ou de forma contínua e persistente,
está presente na "rotina" do nosso dia-a-dia: 
consumo pessoal ou de terceiros.


 
   A facilidade em aceder a "todo" o tipo de informação, torna difícil a desculpa de "ignorância" sobre o assunto.

   Existem estudos que apontam que o "consumo baixo ou moderado
de álcool" resulta em benefícios para a saúde.

   (Recomendo uma consulta online na Wikipédia: bebida alcoólica).


   A BEBIDA ALCOÓLICA é considerada como a droga mais vendida e usada no mundo.
  
 É o consumo abusivo e não moderado (alcoolismo / doença e  perturbações associadas ao consumo) que a torna um
sério e grave problema de SAÚDE pública
em Portugal, e no mundo inteiro.

    AS CONSEQUÊNCIAS e danos do
uso fora do recomendado são reais aos nossos olhos: na família, amigos, vizinhos, ou "desconhecidos", para além dos maiores riscos de várias doenças, 
o "fazer-se velho"(a) mais cedo
é bem visível.

                                                               
             Podemos viver a VIDA sem o "álcool"...
                (é agradável beber...eu gosto!!!),
                mas não conseguir passar sem beber "um copo"
                pode ser evidência de que a VIDA perdeu, ou está a perder 
                qualidades e objetivos.




 
"O que ama os prazeres padecerá necessidade; o que ama o vinho e o azeite nunca enriquecerá."

                                                (Provérbios 21:17)


quarta-feira, 4 de julho de 2012

FUMAR -  atitude anti-VIDA...! 
                       (...oposta a uma vida + livre)

   Fumar, é um ato ancestral (muito antigo) por parte do ser humano.
   Tenho refletido sériamente sobre este ato tão aceite pela sociedade que leva o jovem, o adulto e idoso a manter este hábito (vicio) tão nocívo para a saúde do fumador, e não só. Também os que convivem de perto com fumadores são afetados.

Algumas razões para fumar...
1. Para encurtar a minha vida.



2. Destruir meu dinheiro, ao invés de usá-lo em alimentação, roupas, educação, etc.

3. Dar mau exemplo aos filhos e amigos.

4. Poluir o ar, o meu mas também o dos outros, quer estes aceitem ou não.

5. Para ter um mau hálito, dentes escuros, mãos manchadas, tossir e expetorar.

6. Ter muito mais oportunidades de sofrer de câncer, enfisema, bronquite, arteriosclerose, enfarte do miocárdio, trombose, etc.

7. Envelhecer precocemente.    

                        
                                                   *****
                                                                                 
   Queimar qualquer produto liberta sempre substâncias prejudiciais para a saúde. No caso dos cigarros industriais, todos sabemos que são adicionadas "inúmeras" substâncias terríveis e maléficas para o nosso corpo.
    Como qualquer vicio, o ato de fumar díficilmente é abandonado.
    Apenas um motivo de força maior leva ao seu abandono: A Saúde (ou falta dela).
    Uma plena convicção de que é um ato desnecessário e força de vontade, podem também levar a deixar de fumar.
  

   Conselhos (pessoais) para
  deixar de fumar:
   Mudar hábitos - Trocar locais frequentados no dia-a-dia por outros fora do ambiente habitual (de preferência onde não se fume).
   Amigos (não fumadores) ajudam muito no esforço de deixar o mau hábito.
    Apoio espiritual é importante para o equilibrio interior.
   Não desistir da opção de voltar a ser... não fumador!